Epic Games processa Google

Início do julgamento épico entre a Epic Games, editora do popular videogame Fortnite, e o Google no tribunal de São Francisco. A Epic Games acusa o Google de se comportar como um monopólio ao cobrar uma comissão de 30% sobre compras dentro do aplicativo feitas na Google Play Store. A empresa também afirma que o Google abandonou seu famoso slogan “Don’t be Evil”, que cunhou quando foi fundado em 1998.

Uma batalha legal contra o monopólio do Google

A Epic Games processa o Google por abuso de posição dominante. Segundo a editora do Fortnite, o Google impede a concorrência ao impor barreiras contratuais e técnicas na distribuição de aplicativos Android. A empresa afirma que a loja Google Play é um monopólio e que o seu comportamento vai contra a ética que outrora defendeu.

Um confronto semelhante ao contra a Apple

Esta não é a primeira vez que a Epic Games se encontra numa situação semelhante. Em 2021, a empresa entrou com uma ação judicial contra a Apple pelos mesmos motivos. A Epic Games removeu Fortnite do Google Play e da App Store, acusando ambas as empresas de cobrar “impostos” injustos aos desenvolvedores. Embora o tribunal tenha rejeitado a acusação de monopólio da Apple, permitiu que os aplicativos redirecionassem os usuários para outros métodos de pagamento para evitar taxas impostas pela Apple. A Epic Games espera obter um julgamento semelhante no processo contra o Google.

A luta contra o monopólio do Google se intensifica

O processo da Epic Games contra o Google abre uma nova frente na luta antitruste contra a empresa. Atualmente, o Google também enfrenta uma ação judicial do Departamento de Justiça dos EUA, que o acusa de ter um monopólio ilegal nas buscas. Estas ações judiciais refletem preocupações crescentes sobre o poder monopolista das grandes empresas tecnológicas e o seu impacto na inovação e na concorrência.

O Google se defende afirmando que existe concorrência suficiente na distribuição de aplicativos Android. Segundo a empresa, o Android é a única grande plataforma móvel que oferece aos desenvolvedores diversas maneiras de distribuir seus aplicativos. O Google rejeita, portanto, firmemente a acusação de monopólio por parte da Epic Games.

Fonte: www.bing.com