Desempenho de vendas de Final Fantasy 7: Rebirth nos EUA divulgado pela Circana

Atualização sobre Final Fantasy 7: Rebirth

Nas últimas semanas, analistas e fãs têm discutido o futuro de Final Fantasy 7: Rebirth em relação ao seu antecessor, Remake. Hoje, a Circana divulgou seu relatório mensal de gastos do consumidor de videogames de março, fornecendo uma visão geral do mercado dos EUA calculado em vendas em dólares. Os relatórios sugerem que Rebirth não está vendendo tão bem quanto a Square Enix gostaria, apesar dos elogios da crítica.

Uma tabela de vendas paradoxal

Rebirth continua sendo o quarto jogo mais vendido deste ano até agora, mas apenas o 14º melhor jogo da franquia Final Fantasy. As vendas nos Estados Unidos caíram dois dígitos em comparação com Remake e Final Fantasy 16 no mesmo período de marketing. Contudo, a análise das vendas no Reino Unido parece indicar resultados semelhantes.

Incerteza sobre o futuro

Resta saber se as vendas atuais serão suficientes para a Square Enix. A empresa relata perdas de US$ 140 milhões devido ao cancelamento de jogos no último ano fiscal, sem esclarecer o impacto na trilogia Rebirth. No entanto, é interessante comparar estes resultados com o sucesso de Dragon’s Dogma 2, lançado em diversas plataformas, e que já superou as vendas acumuladas dos episódios anteriores da série.

Outros destaques do mês

Helldivers 2 continua sendo o jogo mais vendido do ano até agora. Dragon’s Dogma 2 foi o jogo mais vendido de março, seguido por Helldivers 2, MLB The Show 24, Call of Duty: Modern Warfare 2 e Rise of the Ronin na ordem. As vendas de videogames aumentaram 4% em relação ao ano anterior, impulsionadas principalmente pelo conteúdo móvel, enquanto as vendas de hardware caíram 32%, com todos os gastos em plataformas de console caindo 30%. O PS5 continuou sendo o console mais vendido em unidades e vendas em dólares.

Fonte: www.ign.com