Twitch agora permite filtrar ou desfocar conteúdo indesejado

Os usuários do Twitch agora podem filtrar ou desfocar conteúdo indesejado.

Novo recurso de filtro no Twitch

No ano passado, o Twitch introduziu tags de classificação de conteúdo que permitem aos streamers marcar suas transmissões de acordo. Agora, esses rótulos podem ser usados ​​para filtrar streams contendo conteúdo adulto, temas sexuais, jogos de azar, uso de drogas e muito mais.

Além disso, agora existe a opção de desfocar miniaturas de transmissões com temas sexuais, para que sua página inicial não fique repleta de imagens inadequadas.

Polêmicas na plataforma

Este novo recurso segue diversas polêmicas na plataforma de streaming de propriedade da Amazon.

Em 2022, Twitch proibiu transmissões de jogos de azar não autorizadas depois que vários streamers influentes ameaçaram entrar em greve. Este é um grande problema na plataforma, com streamers populares como o xQc perdendo milhões de dólares em cassinos online. Os jogos de azar agora podem ser filtrados.

Mais recentemente, o Twitch atualizou várias vezes as diretrizes da comunidade para proibir conteúdo sexualizado, à medida que os streamers encontravam novas maneiras de ultrapassar os limites. Em março, por exemplo, alguns streamers usavam partes privadas do corpo como fundo de tela verde. Isso foi seguido por uma reversão de alterações após uma onda de obras de arte explícitas na plataforma.

Mudanças para uma melhor experiência do usuário

Agora esse tipo de conteúdo pode ser totalmente filtrado ou as miniaturas podem ficar desfocadas.

“Acreditamos que o Twitch deve ser um lugar acolhedor para todos e reconhecemos que o conteúdo apreciado por alguns pode não ser adequado para outros”, disse o vice-presidente de produtos comunitários, Jeremy Forrester, em uma postagem no blog sobre as mudanças.

Mais mudanças na plataforma ocorrerão este ano, conforme anunciou o CEO Dan Clancy em uma carta aberta em março. Isso inclui uma experiência móvel aprimorada com um novo aplicativo móvel Twitch, bem como um compromisso contínuo para reduzir o assédio.

Fonte: www.eurogamer.net